domingo, 16 de setembro de 2018

Após duas prorrogações, Vasco vence o segundo jogo da semifinal

Por: Eric Miranda

Imagem: Rafael Ribeiro / Vasco da Gama 

Neste último sábado (15), o Vasco recebeu o Botafogo no Ginásio de São Januário, em busca da vitória para seguir na competição. O Botafogo venceu a primeira partida da série, em General Severiano, e uma vitória em São Januário garantiria a classificação para a final do Campeonato Estadual. Vale lembrar que as equipes se enfrentaram duas vezes durante o período classificatório, ambas vencidas pelo Botafogo. Os confrontos ficaram marcados por muita intensidade, dos dois lados da quadra, o que resultou na expulsão no jogo anterior dos jogadores Jamaal, do Botafogo, e Pilar, do Vasco.

Para o Vasco só a vitória interessava. Iniciou o jogo já com uma defesa agressiva, o que resultou em alguns erros do Botafogo. O Vasco chegou a abrir oito pontos de vantagem, principalmente por conta dos pontos de contra-ataque. Aos poucos o Botafogo se encontrava na partida, com mais tranquilidade para trabalhar a bola no ataque e pontuar.

Ajude nosso projeto conseguir fazer a cobertura completa durante toda a temporada. Clique aqui e colabore!

No segundo quarto o jogo se inverteu. O Vasco, que começou melhor, teve muitas dificuldades de converter seus arremessos. Além disso, com a segunda unidade em quadra, a defesa perdeu a consistência do início, o que facilitou as jogadas de pick and roll no garrafão vascaíno. Os desfalques de Vithinho, com uma lesão muscular e de Pilar, expulso no último jogo, deram espaço para o jovem Gabriel, de apenas 17 anos, ganhar mais minutos na rotação já no segundo quarto. Com apenas nove pontos no quarto, o Vasco perdeu a vantagem construída no início e foi para o intervalo em desvantagem no placar.

 O Vasco procurou acelerar o jogo a fim de reduzir a vantagem do Botafogo já no terceiro quarto. Embora tenha tido um ataque eficaz, pecou em jogadas pontuais para virar a partida. Com pouco mais de quatro minutos no relógio, a vantagem do Botafogo caiu para cinco pontos, mas o Vasco não conseguiu manter a consistência necessária para virar a partida. No último quarto, o cruzmaltino voltou com a postura que iniciou o jogo, com um time vibrante e contando com a força da torcida, virou o placar com uma cesta e falta do pivô Lupa. Perto do fim, o armador Holloway teve algumas chances de ganhar o jogo, mas desperdiçou lances livres e a última posse de bola da partida.

Na prorrogação, o Vasco começou melhor novamente com duas bolas de três seguidas. Sem contar com sua rotação completa, a equipe cruzmaltina acabou prejudicada pelo excesso de faltas em seus jogadores. O primeiro excluído do jogo foi Alexei, armador titular da equipe. Logo depois, Gemerson e Lupa, também titulares, estouraram o limite de faltas. Mesmo com uma vantagem de cinco pontos faltando apenas dois minutos para o fim, o Vasco não conseguiu segurar a vantagem e permitiu o empate ao Botafogo. 

Na segunda prorrogação foi o Botafogo que começou melhor, ao abrir cinco pontos já perto do fim. Foi que então, apareceu o grande destaque do jogo: Duda Machado. Com duas bolas de três improváveis, o ala armador que jogou 49 minutos e contribuiu com 34 pontos, deu a vitória ao time de São Januário. Exausto, o jogador passou mal em quadra logo depois, mas ganhou os aplausos dos torcedores vascaínos presentes. Vitória do Vasco, que empata a série em 1 a 1 e leva a decisão para General Severiano. Próximo jogo será na terça-feira, às 20 horas, com torcida única do Botafogo.

Duda foi o maior destaque da partida / Vasco Basketball


PONTUADORES: 

Duda: 34
Holloway: 20
Gemerson: 19
Lupa: 8
Alexei: 6
Rafa Oliveira: 5

ASSISTÊNCIAS:

Alexei: 4
Duda: 4
Holloway: 3
Gemerson: 2
Lupa: 1
Rafa Oliveira: 1

REBOTES:

Holloway: 13
Lupa: 8
Duda: 5
Gemerson: 4
Muldrow: 3
Alexei: 2
Rafa Oliveira: 2
Lucão: 1
comentários via Facebook

0 comentários: