segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

#NBB Pinheiros 72x76 Vasco - (pós jogo)

Resultado de imagem para pinheiros 72x76 vasco nbb
FOTO: LNB
O JOGO:
Na tarde desse sábado (03/02), a equipe cruz-maltina entrou em quadra para cumprir o último dos três compromissos em São Paulo, dessa vez contra o Pinheiros, buscando sair com um saldo positivo dessa sequência. Lembrando que o Vasco vinha de uma dura derrota, contra o Mogi das Cruzes, na quinta-feira. Por outro lado, a equipe paulistana não vinha de um bom momento na competição, mesmo ganhando do Botafogo no último confronto, perdeu cinco dos últimos seis jogos pelo NBB. Promessa era de um grande jogo, bastante disputado, visto  que a necessidade pela vitória era grande dos dois lados.
As duas equipes entraram bem no jogo, trocando pontos dos dois lados da quadra, fruto do equilíbrio e da força dos dois elencos. Para não se arriscar em um jogo rápido em transição, ponto forte desse time do Pinheiros, a equipe vascaína buscava sempre trabalhar bastante a bola, buscando o jogo de cinco contra cinco. Com pouco mais de 5 minutos para acabar o período, a defesa do Vasco conseguiu limitar o Pinheiro em apenas seis pontos, possibilitando a construção de uma pequena, mas importante, vantagem no placar. Destaque ofensivo, mais uma vez, de Guilherme Giovannoni, com 10 pontos (10/13) no quarto.
O Vasco conseguiu repetir o bom basquete apresentado no final do primeiro período. Com a segunda unidade em quadra, a equipe de São Januário conseguiu administrar bem a vantagem construída no começo, segurando as investidas dos principais jogadores do Pinheiro, como Holloway e Arthur, que tiveram apenas 4 e 3 pontos anotados, respectivamente. Fúlvio, ainda vindo do banco de reservas, conseguiu contribuir bastante para o bom momento do Vasco no jogo, além de ditar o ritmo da equipe em quadra, anotou 7 pontos para o gigante. Na ida para o intervalo, a liderança no placar era confortável, 16 pontos de frente.
No terceiro quarto de jogo, a pressão da torcida pela vitória fez com que o Pinheiro voltasse mais ligado para o jogo. Jogando em casa, a equipe do interior de São Paulo apostou em uma defesa mais forte, limitando o Vasco em apenas 11 pontos, fruto da forte marcação em Guilherme e Jackson, o último terminando o quarto zerado em pontos (0/8). Dessa forma, a vantagem que antes era de 16, se reduziu pela metade, guardando fortes emoções para o final de jogo.
Por conta do fraco poder ofensivo no terceiro quarto, o técnico Dedé Barbosa apostou em um quinteto mais experiente para o final do jogo, visando uma tomada de decisões mais acertada. Em um primeiro momento, a equipe da casa conseguiu concluir a sua reação começada no período anterior, passando à frente no placar com uma bola de três pontos do armador Holloway, restando pouco mais de cinco minutos para o fim.  Dessa forma, com Guilherme zerado no quarto, e Jackson, principal pontuador da equipe, com apenas um ponto vindo de lance livre, restou ao incansável Nezinho, que anotou 10 pontos somente no fim do jogo, carregar o Vasco à mais uma vitória na temporada. Placar final, vitória do gigante: 76x72.
ANÁLISE GERAL:
A vitória na cidade de Pinheiros selou o último confronto da jornada de três jogos fora de casa, com saldo positivo de duas vitórias contra uma derrota. Próximo confronto é em casa, às 20h, em São Januário, diante da equipe do Vitória, atual oitavo colocado do NBB. Grande chance para o Vasco embalar de vez na competição, visando os três confrontos que irá fazer no Rio. Oportunidade também para a torcida comparecer, visto que a entrada em São Januário é franca.
ESTATÍSTICAS:
2PTS: 13x18
3PTS: 11x8
RBTS: 32x41
AST: 22x22

NÚMEROS INDIVIDUAIS:
Guilherme: 13pts e 9rbts
Fulvio: 15pts e 3ast
Jackson: 11pts e 6rbts
Mariano: 2pts e 5rbts
Renato: 11pts e 7rbts
Nezinho: 10pts e 9ast

Por Eric Brandão.
comentários via Facebook

0 comentários: