domingo, 14 de janeiro de 2018

#NBB Vasco 67x81 Franca - (pós jogo)

Foto: LNB

Na tarde desse sábado na Arena Carioca 1, o Vasco da Gama enfrentou o Franca Basquete pela mais uma rodada do NBB
A partida marcava o primeiro encontro entre o time de São Januário e os seus torcedores no ano de 2018.

Claramente, o Vasco não passa o melhor momento no campeonato e os bastidores está cada vez mais conturbado. Vocês já leram um pouco aqui no blog sobre os problemas financeiros que o clube passa e já viram em qualquer mídia, a indefinição sobre quem será o presidente depois do dia 22 de janeiro.

Hoje também, esteva marcado uma manifestação em frente a São Januário quase no mesmo horário do jogo na Arena Carioca e pode ter sido fundamental para que o público fosse abaixo do esperado.
Nezinho até comentou com o nosso colaborador, Felipe Souza sobre os poucos torcedores que foram conferir a partida.



Mesmo com tantos problemas, o Vasco entrava na partida invicto no confronto direto contra a equipe paulistana. Nos dois confrontos entre as equipes, Vasco venceu em São Paulo por 71-67 e no Rio de Janeiro por 79-77 no NBB 16/17.

Porém, a situação atual é totalmente diferente de quando a equipe venceu o Franca no NBB 16/17. O Vasco entrou na partida sem Fúlvio e Deodato machucados. Além do David Jackson que está afastado do elenco. Porém, teve a estreia do jovem Alexei pela equipe.

O JOGO:
Por ter um time mais experiente e possuir uma rotação maior ao seu favor, era esperado que o Franca conseguisse impor o seu ritmo desde o início. Mas isso não aconteceu. O Vasco conseguia criar boas jogadas e fazer uma boa proteção de rebotes defensivos.

Mas a falta de eficiência nos atos finais das jogadas, prejudicava demais a equipe. Já que aos poucos o time do Franca foi conseguindo se achar na partida e explorava bem a rotação ofensiva sem bola e espaçava muito bem o jogo.

O time cruzmaltino sofria muito nas trocas de marcação e o Franca soube aproveitar bem com o Pedro e o Léo Meindl.

A equipe do Vasco, pagava caro o preço dos erros no ataque e não mostrava ferramenta ofensiva nenhuma para superar o time paulista comandado pelo ídolo vascaíno Helinho.

Além de errar muito arremessos fáceis, a equipe não convertia os arremessos do perímetro e não foi por falta de tentativa, o time arremessou 22 bolas de 3 pontos e converteu somente 4 bolas. Mesmo contanto com Nezinho e Bruninho, que são jogadores que convertem boas bolas de 3 pontos, o time teve um desempenho medíocre.


O primeiro tempo, terminou com o Franca vencendo o Vasco por 46-28.

Quando o time foi para o intervalo perdendo por 18 pontos e vaiado pela torcida presente, era difícil imaginar que o time comandado pelo André Barbosa poderia vir melhor no segundo tempo.

Mas a equipe veio mais atenta defensivamente do que o primeiro e isso foi fundamental para a reação cruzmaltina. A defesa no poste alto e boa marcação individual, dificultou bastante a movimentação do Franca e os espaços defensivos que apareciam com facilidade no primeiro tempo, não foram vistos com tanta facilidade no terceiro quarto. Além de boas jogadas ofensivas.


Vale o destaque para o jovem Alexei, que foi perfeito no período e ele ajudou bastante na marcação do perímetro.

Mas a vantagem da equipe francana na partida era muito grande e o Vasco teria que fazer uma grande reação no último período para que pudesse sonhar com a vitória.

Porém, Franca conseguiu recuperar. O time paulista que parecia ter relaxado na volta do intervalo, melhorou um pouco a defesa e foi muito agressivo no ataque.

Mesmo com o Vasco fazendo boas jogadas e levantando o seu torcedor em alguns momentos, o time não aguentou o ritmo imposto pelo Franca e a derrota no fim por 81-67, foi mais dolorosa pelo o que a equipe apresentou no segundo tempo.

Os destaques do Vasco foram:

- Guilherme Giovannoni: 12 pontos e 15 rebotes
- Nezinho: 12 pontos, 3 rebotes e 4 assistências
- Gustavo: 10 pontos, 7 rebotes e 2 assistências

No final da partida, Nezinho falou um pouco com o Felipe Souza mais sobre atual situação do clube e como estão os bastidores do clube.


O jovem Alexei, também falou um pouco como foi o contato para defender a equipe vascaína e qual a expectativa dele usando a camisa cruzmaltina.


Vídeos: @IamLipSouza
@NBB

Por: Felipe Souza


comentários via Facebook

0 comentários: