sexta-feira, 24 de novembro de 2017

#VascoNaHistória - 2000: O ano de glórias


O ano era 2000. E se no futebol as coisas caminhavam bem, no basquete não era diferente. O Vasco tinha acabado de conquistar o bicampeonato carioca e da liga sul-americana, nesse último colocando fim à dinastia argentina ao derrotar o Boca Juniors no ano anterior e o Atenas Córdoba na edição atual. A empolgação com o momento de ouro do basquete cruzmaltino não era para menos. A torcida, ao lotar diversas vezes o Maracanãzinho, deixava claro que o basquete representava, de fato, o segundo esporte do vascaíno.

Em 2000, Vargas (12) ergue a taça pelo título brasileiro.
Dessa forma, o time formado pelo trio de peso Helinho, José Vargas e Charles Byrd terminou a temporada regular em primeiro colocado e, assim, chegava como favorito a mais uma final de campeonato. Mais uma de tantas outras. Talvez especial por ter sido o sétimo título nacional da carreira do técnico Hélio Rubens? Ou por ter sido o Flamengo de Oscar, rival também no basquete, do outro lado da quadra? Por também completar com chave de ouro um dos anos mais vitoriosos do clube na modalidade?  Motivos não faltaram.

 Ah, e o jogo? Como todo clássico dos milhões: tenso, equilibrado, disputado. Após 4 períodos longos de jogo, foi decidido na prorrogação. E das mãos de Helinho, decidindo nos minutos finais, o clube se aproximava de mais um título brasileiro. Pode invadir a quadra! Pode festejar! O Vasco é bicampeão brasileiro de basquete.

Confira os melhores momentos abaixo



Por: Eric Brandão

0 comentários: