sábado, 19 de agosto de 2017

#VascoBasketballEntrevista - Otto Carvalho #3

O terceiro candidato de oposição, Otto Carvalho, é o terceiro entrevistado da série. Ex-presidente do Conselho Fiscal, Carvalho expõe suas idéias abaixo: 



VB: Olá, Otto ! Primeiramente gostaríamos de saber a opinião do candidato sobre o basquete cruzmaltino (se concordou com o retorno do projeto).

Otto: "Sim, o Vasco possui uma tradição muito grande no basquete, mas não concordamos com a forma com o qual o projeto do basquete foi reativado no clube. Somente a reforma do ginásio não é o retorno do projeto. Precisamos de um projeto que seja benéfico ao clube e não somente jogar para a galera, pois a conta chega depois como no projeto olímpico onde até hoje pagamos jogadores como Rogério, Demetrius, Sandro Varejão, entre outros."

VB: Quais os planos gerais para o basquete? (Patrocínios únicos, tentativa de amistosos fora do Brasil...)

Otto: "A atual diretoria não conseguiu nenhum patrocínio novo nesses dois anos e meio de gestão. Entendemos que o dirigente do Vasco precisa ter uma cara nova e trazer credibilidade para que novos parceiros tenham vontade de assumir uma parceria com o clube. É inadmissível o basquete do Vasco ser deficitário e ser necessário o uso da verba do futebol para a manutenção do basquete. O basquete é um esporte forte na cultura do Brasil e acreditamos que com as leis de incentivo ao esporte podemos turbinar o esporte e deixá-lo em condições de obter a visibilidade necessária para atrair parceiros dispostos a entrar nesse projeto. Administrativamente separaremos os esportes em Centro de Custo e cada esporte terá que ser auto-sustentável e o basquete, com certeza, será o esporte após o futebol com maior poder midiático. O time esse ano está sendo muito bem montado pelo vice-presidente Fernando Lima e podemos almejar sonhos mais altos na próxima edição da NBB."

VB: O basquete ficará de lado ou será um esporte valorizado?  

Otto: "O basquete é um esporte relativamente barato se comparado ao futebol e possui um retorno de mídia bom. Nossa idéia é fortalecer as escolinhas e buscar os ídolos do passado para impulsionar a marca Vasco no basquete. Podemos fazer mais para o basquete através de crowdfunding que foi um projeto muito bacana que a torcida comprou e deu certo, mas por algum motivo a diretoria atual não deu continuidade."

VB: Um recado final ao torcedor vascaíno:

Otto: "Peço para que o vascaíno se associe ao clube, pois o clube só se salvará com a ajuda direta da sua torcida. Temos uma torcida apaixonada espalhada pelo país e o engajamento dessa massa é que será decisório nesse novo rumo do nosso clube. Os esportes olímpicos são uma excelente forma de atração para a torcida, sendo o basquete tradicionalíssimo dentro do Vasco. Venha conosco nesse projeto de remodelação do Vasco."


LEMBRANDO QUE O VASCO BASKETBALL NÃO APOIA NENHUM GRUPO POLÍTICO. A INTENÇÃO DO PERFIL É TRAZER INFORMAÇÕES RELACIONADAS AO BASQUETE E, PORTANTO,  ENTREVISTA OS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DO CLUBE. 

0 comentários: