sexta-feira, 23 de junho de 2017

Eleições no Vasco: o que muda no basquete?


O segundo semestre de 2017 será marcado por conta das eleições presidenciais no Vasco. Sofrendo muita desconfiança da torcida, o atual presidente Eurico Miranda vem sendo cobrado por conselheiros e beneméritos sobre a continuidade dos esportes olímpicos. O que muda no basquete? 

Em 2014, Eurico garantiu como promessa de campanha o retorno do basquete, assim como a renovação do Ginásio de São Januário. Todos os pontos foram alcançados, no entanto, algumas dificuldades ficaram evidentes: salários atrasados, negociações emperradas e dificuldades para angariar patrocínios.

No âmbito esportivo, o Gigante do Basquete teve uma campanha regular para seu retorno à elite do basquete nacional. Foram 19 vitórias e 19 derrotas. 

 - Panorama eleitoral e o basquete: 

Atualmente, há quatro candidatos oficializados (a seguir os nomes e suas ideias sobre basquete)

  1. Eurico Miranda (situação)
Resultado de imagem para eurico mirandaO atual comandante garantiu a permanência do basquete, e mais investimento no NBB 2016/2017. Em entrevista ao 'globo esporte.com' afirmou que utilizará mais recursos do clube para ampliar o esporte. 


  1. Júlio Brant (oposição)
Resultado de imagem para julio brant E EDMUNDOO candidato de oposição, Brant, não oficializou a permanência do basquete, porém, pessoas ligadas ao Júlio garantiram seu desejo de continuar com o projeto.

  1. Alexandre Campello (oposição)
Resultado de imagem para Alexandre campello vascoCandidato de oposição que mais recebe apoio, atualmente, em redes sociais, Campello garantiu que continua com o basquete cruzmaltino, caso ganhe as eleições.

  1. Otto Carvalho (oposição, ex-situação)

O ex-presidente do Conselho Fiscal do mandato de Eurico Miranda, Otto, ainda não se pronunciou.

O panorama primário, até então, é bastante favorável à permanência do basquete no Vasco.  O cruzmaltino se reapresenta em Agosto e, em Setembro, já disputa o Estadual. A formação do elenco será feita até o final de Julho.

Ainda há muita coisa a acontecer, o que podemos garantir é que haverá intensa pressão da torcida para a continuidade do basquete. A marca Vasco da Gama é rentável tanto para a Liga quanto para o próprio basquete. 


Aguardemos as cenas do próximo capítulo..

Por João Pedro Farah